20 set 2017

Transformação Digital

Planejamento Estratégico




Transformação Digital
5 (100%) 2 votes




Você está pronto?

Ultimamente o assunto da moda é transformação digital. Todas as empresas precisam e estão começando a buscar. O Brasil, demorou, mas parece que acordou para o fato do digital não ser uma tendência e sim algo que o brasileiro já incorporou na sua vida. Entretanto, a má notícia é que para que ocorra uma transformação digital é preciso que você se transforme digitalmente!

O maravilhoso mundo do marketing digital lança, periodicamente, “novas modas”. Ora foi mídia programática, ora influenciadores, ora leads e agora a moda do momento é o termo “transformação digital”, um tanto atrasado, mas o termo está cada dia mais presente nas manchetes dos principais veículos de comunicação, marketing e negócios do Brasil. Isso mostra ao menos uma preocupação das equipes de gestão de marketing digital das empresas em olhar o que vem por ai, entretanto, não basta apenas olhar e ter um assunto para uma conversa de happy hour. A transformação digital não é tendência, é uma pendência e das grandes, nas empresas, que pretendem sobreviver nos próximos anos.

Apenas pensar é um bom indício, mas isso não garante nada!

Vale relembrar que:

– Desde 2006 móbile marketing é uma realidade e em 2017 apenas 18% das empresas trabalham essa área!
– Desde 2012 Omnichannel é realidade e marcas não estão olhando isso nem de perto
– Realidade Virtual é apelo para vender Smartphone e empresas de entretenimento pouco usam
– Em 2020, mais de 90% da comunicação no mundo será por vídeo online, e as marcas ainda apostam mais na TV do que no YouTube, que tem, na sua home, uma audiência três vezes maior que a maior audiência da TV, o Jornal Nacional
– Ainda hoje, o Brasil é o país que mais dispara SPAM no mundo, mesmo com todas as práticas, políticas e formas de trabalhar, o CD com 30 milhões de e-mails vendido até por Spam ainda, hoje, é usado.
– Até 2020 mais de 50 bilhões de aparelhos estarão conectados a Internet das Coisas e tem gente que acredita que isso é apenas a geladeira conectada a internet para ver vídeos de receita

Qualquer celular ao lado do “masterchef” já ajuda há anos, as pessoas não se interessam no básico, se interessam no que é inovador! E pensar que Internet das Coisas é a geladeira conectada ao YouTube é ter um pensamento mais míope do que o Mr Magoo!!!


INTERNET NÃO É MÍDIA DIGITAL


A dura realidade nas empresas é pensar que o digital não faz parte de uma estratégia maior de gestão de marketing digital, faz parte apenas de uma pequena parte, focada na mídia. Dentro do universo de marketing digital, mídia é um pequeno, importante, pedaço, mas não o todo.

Pensar em transformação digital é primeiro apresentar aos gestores o que é o universo digital e tirar de suas mentes que digital é só mídia. Não vai além, porém, os gestores olham, tudo o que envolve digital que não seja mídia de lado, agências nem levam para frente e fica sempre nessa mesma “pegada” de digital ser reduzido a mídia digital, aliás cada vez mais se reduz, até a mídia, a poucas táticas: Links Patrocinados, post patrocinado, Remarketing, Google e influenciadores. Mídia programática até tem tido uma relevância dentro das estratégias digitais, mas ainda pouco!


GERAR LEAD NÃO É TRANSFORMAÇÃO DIGITAL


Gerar lead é outra moda do universo digital. Precisa ser feito, claro, empresas que tem uma gestão de marketing digital eficiente tem excelentes resultados, porém, a moda de gerar leads tem feito empresas gastarem um bom dinheiro em campanhas, landing pages e ferramentas de gestão de lead, como se isso fosse resolver a solução dos problemas da empresa, mas analise com calma: se a marca tem uma loja na rua, faz uma campanha, entram 200 pessoas na loja no sábado, mas apenas 2 compram. Ela foi efetiva? Não seria mais simples, ter um estudo de comportamento de consumo, de quem é o público da marca, o que eles desejam, gastar um pouco mais e trazer menos, porém, mais qualificados leads?

Melhor trazer 100 leads e vender para 12 do que 200 e vender para 2, correto? No primeiro momento a conta está correta, mas na prática, o que os gestores de marketing digital fazem é exigir mais e mais leads das agências, que investem sem uma estratégia, sem um planejamento, gera diversos leads que ao entrar em contato com a empresa não conseguem falar pois o atendimento é ruim ou o email nem respondido é. Por que gerar o lead então? Para ter um número? Se é para ter um número, que tenha o da MegaSena que é mais garantido de ganhar dinheiro!


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL PASSA PELA TRANSFORMAÇÃO PESSOAL


Tudo o que foi falado até o momento é sim uma crítica ao que o mercado faz. O pensamento das agências e empresas ainda é o velho modelo de BV de mídia. Oferece mídia, compra mídia, o produto será exposto, as pessoas vão comprar. No papel isso é lindo, na década de 80 funcionava demais, hoje, não é mais assim. Se o consumidor mudou, porque o gestor continua o mesmo?

Para iniciar a transformação digital é preciso que você, que faz a gestão de marketing digital da sua empresa ou agência mude. Não deve se esquecer dos aprendizados de marketing, não é apagar tudo o que sabe e começar de novo, pois o marketing, será sempre o marketing, mas é se reinventar, é entender que a essência do marketing não mudará jamais, porém, ele tem que se adaptar ao adorável mundo novo da internet.

Não adianta pensar em inovação digital quando no dia a dia da empresa, quem as comanda, tem o pensamento da velha mídia, acreditando fielmente, que a internet é basicamente mídia. E como dito acima, não é. Mudar a mente das pessoas é difícil, mas é necessário. Ou você muda a sua mente (ou do seu cliente) ou transformação digital será um assunto que se ouviu falar, mas sem aplicar, vai perder mercado para quem já aplicou!


COMO APLICAR A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL NA SUA VIDA


Pode não parecer, mas a transformação digital mais importante, como dito acima, começa com você e essa é a mais difícil. É preciso se desprender de antigas crenças e se abrir para o novo. Não, isso não é um artigo de livro de auto-ajuda, isso é uma frase que precisa ser analisada friamente e colocada em prática. Se preciso, cole um post it na tela do seu computador com essa frase e mude o quanto antes. Imagina se os grandes profissionais de marketing digital não pensassem assim. A maioria deles, já atuava no marketing antes mesmo do Portal UOL, um dos pioneiros da internet, com mais de 20 anos no ar. Imagina se o pessoal da Tecnisa, referência em marketing digital, não tivesse repensado sua carreira, crenças e modelos de trabalho, seriam referência e faturaram tanto com venda de apartamentos pela internet? Dificilmente isso ocorreria.


SE ABRA PARA O NOVO, SEMPRE!


Leia muito. Mas não é ler só o título. Busque temas como inovação digital, transformação digital, gestão de marketing, comportamento de consumo, omnichannel, internet das coisas, realidade aumentada, macrotendências de consumo. Leia site, livros, jornal e revistas de negócios. Há aos montes e hoje, com a internet o acesso a informação é fácil, ou seja, sem desculpa para não se atualizar. E faça isso rápido, pois a sua concorrência, com certeza, terá alguém mais antenado que vai se atualizar diariamente.


MAS O QUE É TRANSFORMAÇÃO DIGITAL?


Esse processo passa por uma eficiente gestão de marketing digital, onde a inovação digital está no comando. A Transformação digital é o processo de tecnologia que as empresas devem usar para melhorar suas performances e resultados. Trata-se de uma plataforma onde tudo é ligado a um hub que possibilita troca de informações em tempo real de diversos dispositivos, mas para isso, é preciso uma mudança estrutural dentro das empresas, apostar e investir mais em tecnologia e pessoas capacitadas, além, claro, do que já foi abordado aqui, a transformação digital no time que faz a gestão de marketing digital das empresas e agências.


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL É SÓ PARA AS GRANDES EMPRESAS


Não. Transformação digital é para as grandes mentes! Uma multinacional, abraçada a velhos conceitos jamais vai se transformar digitalmente, ao passo que uma pequena empresa, de olho nas tendências e futuro rapidamente vai se modificar. O investimento pode ou não ser alto, tudo depende do sonho, tamanho da empresa e desejos do empresário, mas se pensar em uma gestão de marketing digital eficiente, é possível mudar para o novo mundo online.


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL É CAMPO FÉRTIL PARA STARTUPS


Muito se fala de Nubank, Google, Zappos, Dafiti, Netshoes, Mercado Livre, Banco Original, Amazon, Netflix. São, hoje, empresas enormes com alto faturamento, mas um dia, elas foram pequenas e pouco atrativas. O segredo delas foi pensar no digital como um negócio, uma plataforma com uma efetiva gestão de marketing digital, onde inovação é algo solicitado diariamente pelos altos gestores. São empresas que, entendendo o comportamento de consumo, das novas e futuras gerações, ousaram em inovar e chegaram onde chegaram. Um dos pontos fortes é que seus gestores não tem medo do novo, estão sempre abertos para isso e obrigam suas marcas a inovar dia após dia.

A febre das Startups no Brasil tem na inovação digital o seu ponto principal. São empresas que olham o cenário, analisam o que as grandes empresas fazem, entendem necessidades e gargalos e desenvolvem soluções tecnológicas que ajudam as pessoas no seu dia a dia, algo que talvez, as grandes empresas não tenham tempo ou desejo de resolver, mas isso mostra, um pensamento atrasado, pois em breve, muito dinheiro que deveria ser das grandes empresas ficará com as pequenas, que pensam mais em tecnologia e tem a mente mais aberta ao novo mundo online.


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL SE BASEIA EM COMPORTAMENTO DE CONSUMO


A essência do marketing é gerar o desejo no consumidor de determinado produto. Isso é algo que jamais vai mudar, o que muda são as formas pelas quais se gera esse desejo. O digital está vindo para potencializar esse desejo, mas não só e única exclusivamente com mídia, que fique claro. Entender o comportamento de consumo da marca ou produto é requisito básico de qualquer estratégia de marketing digital. Cerca de 31% das pessoas, ao entrar em uma concessionária, pesquisam no celular antes de efetuar uma compra. Qual a chance dessa pessoa entrar em um site para achar um banner ou entrar na Rede Social da marca atrás de propaganda? Zero! Mas qual a chance dela buscar informações do carro na web? Quase 10! E se dentro da concessionária ela for impactada de forma digital por um assistente virtual que pode ajudá-la na sua busca? Isso é ser digital, isso não é ser mídia digital!


FOQUE NA EXPERIÊNCIA DO CLIENTE


Esse é o ponto focal, é o que deve ser buscado, mas não apenas isso. A transformação digital precisa ser um processo de toda a empresa e não apenas para melhorar a experiência do usuário, que é importante, mas não o único benefício. Entender o comportamento de consumo do usuário de cada segmento e marca é fundamental para pensar em algo de inovação digital. No final das contas, o que toda e qualquer estratégia digital busca é: vender mais. Isso é fato, isso é a essência do marketing, mas o que o digital tem mostrado é que não basta vender, é preciso saber vender.


ADMIRÁVEL MUNDO NOVO


Será mesmo que ainda estamos pensando no futuro, quando o mundo está hoje, cada dia mais digital? Já pensou, um dia, você sair de casa sem o celular? Em alguns meses, nem carteira mais vai precisar. Os documentos estarão digitalizados, as máquinas de cartão já aceitam pagamento por RFID, onde basta encostar o celular na máquina e via aplicativo, o pagamento será efetuado. Hoje os aplicativos nos ajudam a pegar táxi ou carros particulares sem usar o dinheiro, aliás, usar dinheiro está caindo de moda a cada dia que passa.


TRANSFORMAÇÃO DIGITAL DA MONT BLANC


Um dos itens mais vendidos da Mont Blanc são carteiras e porta cartões de couro. Se em breve, muito breve, os homens não mais precisaram de carteira, uma vez que documentos e cartões serão desnecessários, porque investir nisso? Será preciso se reinventar, canetas, ainda serão usadas, afinal, todos gostam de escrever e precisam, mas será que a caneta ainda será a mesma que usamos há décadas? Bem, a Augmented Paper mostra que a marca já pensa na transformação digital. A caneta vem com um bloco de notas especial, reconhece mais de 12 línguas e tem uma inovação digital muito interessante: você escreve no papel e automaticamente, o que escreve vai para o tablet ou Smartphone. Dessa forma, um desenho pode ganhar cores digitais e um email pode ser escrito mesmo sem ter internet, escreve, passar para o celular e quando conectar envia.


CRIATIVIDADE E TECNOLOGIA DEVEM TRABALHAR JUNTOS


O Brasil é um celeiro de excelentes e criativos profissionais. Em Cannes, por exemplo, o Brasil está sempre entre os países mais premiados do mundo com suas campanhas. No ramo da tecnologia então, o Brasil não deve nada a nenhum país do mundo. Nosso conhecimento e capacidade são reconhecidos mundialmente, porém, algumas coisas no Brasil ainda são travadas pelo medo. As equipes de tecnologia e criatividade devem trabalhar junto com o planejamento para construir projetos inovadores. A inovação digital não vem apenas da ideia criativa, do entendimento do comportamento de consumo ou de uma nova ferramenta. Ela vem da soma dos 3, alinhado com o foco dos profissionais em estar com a mente aberta. Sempre! Não se inova com mente fechada.


OS DESAFIOS DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL


Não há barreira tecnológica no Brasil, há barreira de coragem para fazer. O varejo, por exemplo, esbarra na falta de cultura das organizações, principalmente, de quem manda, em executar o que pode dar certo. Não falta estratégia, entendimento de comportamento de consumo ou tecnologia. Hoje, o principal desafio para o crescimento da transformação digital é a cultura empresarial não deixar que as coisas fluam como devem ser. Mudar a cabeça das pessoas é mais difícil do que os rumos de uma empresa, afinal, as empresas são comandadas por pessoas.


O FUTURO DO VAREJO É A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL


É inegável que o novo comportamento de consumo, onde a internet faz parte do dia a dia das pessoas está mudando tudo o que se entende hoje pelo varejo. Aquela loja que ainda cuida dos clientes com a caderneta – acredite ainda existem – não terão vida longa, tal qual, aquelas empresas sem um eficiente CRM e que os use, não tem uma vida longa. Analistas de Business Inteligence, que saibam interpretar números, estão em alta nas empresas e grandes agências, o que soa como algo bom. Matemáticos e Engenheiros ganham um novo nicho de mercado para atuar, pois o varejo precisa, cada vez mais, se digitalizar. O varejo, como conhecemos hoje, não mais será o mesmo, e a digitalização é o caminho a ser seguido. Isso, claro, se a sua empresa quiser continuar a existir daqui 5 anos.






Escrito por: Equipe Guia-se







Transformação Digital
5 (100%) 2 votes


Deixe um comentário










Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais





Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital

0800 Guia-se

Ligue gratuitamente e fale com um de nossos consultores

Ligue agora!

Fale conosco

Ou se preferir, preencha nosso formulário!

Enviar Mensagem


Fale com um de nossos consultores
X

Calma! Não vá embora ainda!

Nos ajude a entender melhor o que precisa.







Encontrou o que queria?


Foi fácil navegar?


Dê uma nota em nosso site


Quer falar com a gente?


Please leave this field empty.