11 dez 2017

Por que seu site tem que ser bom no mobile?

Criação de Site




Por que seu site tem que ser bom no mobile?
Dê uma nota!




Em 2015 o Google apresentou um estudo chamado Mobile Day onde, com dados, mostrava que o acesso aos sites via aplicativos mobile superava o acesso via desktop (pc/notebooks). Esse é um dado que será irreversível, ou seja, ao longo dos anos dificilmente o acesso ao site será maior pelo desktop do que por smartphones, tablets, relógios e outros aplicativos que vem por ai com a chamada Internet das Coisas. Em resumo, o seu site está com o maior acesso via mobile e você, perdendo vendas.

O ano era 2017. Completava-se quase 10 anos do surgimento dos Smartphones no Brasil. Era final de Novembro, consequentemente, final do ano. O mobile dominando os acessos aos sites, seja institucional ou lojas virtuais, já estava mais do que consolidado. A época era o Black Friday. A expectativa do mercado era que, pela primeira vez na história, as vendas online superassem as vendas físicas nessa importante data do varejo. Tudo isso estava previsto há um ano, tempo o suficiente para as grandes lojas virtuais melhorarem sua experiência de compra nos seus sites versão mobile. Nem todas assim fizeram, como relata, uma experiência pessoal, o nosso consultor de planejamento estratégico digital e professor de planejamento e macrotendências, Felipe Morais:

“Estava em um curso, em um sábado, e o professor sugeriu que os alunos comprassem um livro. O primeiro passo de todos foi entrar em um comparador de preços e pesquisar o livro em diversas lojas. Selecionei 2 lojas, do mesmo grupo de e-commerce, que figuram entre as 10 maiores lojas virtuais do país, o livro, custava cerca de 18 reais nas duas. Por estar na sala de aula, eu não tinha acesso ao desktop. Tentei a compra pelo celular. Cliquei no anúncio do comparador, fui para o site A. Cliquei em comprar o que me remeteu a uma página avisando que nada estava em meu carrinho, mas não deixou de aparecer um anúncio de uma cafeteira, um produto que nunca busquei e nada tem relacionado com o livro. Tentei novamente, nada. Tentei no B, mesmo grupo mesmo erro. Entrei direto em um 3o site., uma grande livraria. Mesmo erro. Fui em um, que entende experiência de consumidor, que custava 23 reais, com frete um pouco mais caro, mas em 30 segundos comprei. No curso, 15 pessoas fizeram o mesmo. O livro, que era prometido para 5a feira daquela semana, chegou no domingo para alguns alunos desse curso”.

Um dia após o Black Friday, 3 sites perderam a oportunidade de vender 15 livros de um mesmo autor porque não pensaram em experiência do usuário, pensaram apenas em vendas e ROI, um grande erro para qualquer loja online, toda a loja precisa gerar vendas e lucro, por isso, são criadas. Agora e se esse caso não foi isolado e 500 pessoas tentaram naquele momento comprar um produto em um dos sites e não conseguiram por esse erro?? Quanto dinheiro se perdeu por causa de uma má experiência online?

A maioria das lojas online no Brasil é um negócio que sustenta milhares de famílias, são negócios que geram despesas e lucros. O que muito se esquece no dia a dia é que o consumidor online compra de forma diferente do consumidor na loja física, mesmo que seja a mesma pessoa. No online, a palavra “experiência” é o que movimenta as compras e não mídia, essa apenas atrai com promoções o potencial consumidor, que tendo uma péssima experiência, não dá continuidade na compra. Por isso, a cada 100 pessoas que acessam lojas virtuais no Brasil, nem 2 compram! Essa taxa em uma loja física quebra qualquer loja.

Estar com uma loja mal posicionada no quesito mobile é um erro que pode gerar prejuízo ou perda de vendas para a marca. Alguns estudiosos do mercado, ainda mais os profissionais de Usabilidade e Arquitetura de Informação, defendem a teoria do Mobile First, ou seja, toda a estratégia de marca, loja online e/ou institucional, ser desenvolvido primeiro para o mobile e depois para o desktop. Com os dados apresentados pelo Google, isso faz muito sentido, uma vez que o Mobile superou o desktop há tempos e não há nenhum dado ou tendência de que isso vai mudar em um curto ou médio espaço de tempo. E com Internet das Coisas chegando com tudo no mundo digital, ampliando os aplicativos mobile de Tablet e Smartphone para relógio, roupa, caneta, caderno, tênis, geladeira, fogão e carro, o conceito mobilidade será, cada vez maior nos acessos aos sites no Brasil, diminuindo gradativamente o acesso a desktop, o que inclui notebooks nessa lista. Cada vez mais,

Um estudo do Google, no Black Friday de 2017, mostrou que 49% das pessoas que compram no Black Friday optaram pelo preço a escolher uma loja, entretanto, 40% optaram por marca. Por mais que o Black Friday seja uma data muito importante para o varejo onde o consumidor encontra (ou deveria encontrar) produtos com grandes descontos e decidir por preço faça todo o sentido nesse momento, não se pode deixar de lado a força da marca e experiência entra nesse requisito, logo, uma boa experiência mobile deve ser um pilar de alta importância na construção de marca, relacionamento, experiência, usabilidade e consequentemente vendas. As vendas são consequência de uma boa experiência online e não da campanha, preço ou uso das Redes Sociais.

Não ter um bom site mobile é, sem dúvida, perder vendas. Estudos do Google mostram que 75% dos acessos ao site, em lojas virtuais, são gerados de aplicativos mobile, como Smartphone e Tablets. Desses, 90% são pelo sistema operacional Android, o que mostra que um site precisa primeiro ser desenvolvido para Android e depois para iOs/iPhone. Cerca de 14% das vendas no e-commerce são originadas do mobile, logo, os maiores acessos, 75%, geram um menor poder de venda, 14%, ao passo que 25% dos acessos ao desktop geram 86% das vendas.

Se em média 14% das vendas são do mobile significa que algum site tem 28% e outro 0 em vendas. Os 28% tem uma experiência fantástica ao passo que o 0 nem site mobile deve ter, logo, nem acesso ou é um site responsível e não um site feito para o mobile, o que para usabilidade, muda muito!!!! Você perde dinheiro quando o seu site traz apenas 10%, por exemplo, de venda do Mobile e 90% do desktop uma vez que o acesso mobile é 3X maior que o desktop. Se não for mais. Inverter o jogo pode representar, no mínimo triplicar as vendas, sem gastar mais com mídia, elevando ROI e rentabilidade do site.

E aí, convencido que seu site precisa de uma melhor experiência mobile?






Escrito por: Equipe Guia-se







Por que seu site tem que ser bom no mobile?
Dê uma nota!


Deixe um comentário










Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais





Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital

0800 Guia-se

Ligue gratuitamente e fale com um de nossos consultores

Ligue agora!

Fale conosco

Ou se preferir, preencha nosso formulário!

Enviar Mensagem


Fale com um de nossos consultores
X

Calma! Não vá embora ainda!

Nos ajude a entender melhor o que precisa.







Encontrou o que queria?


Foi fácil navegar?


Dê uma nota em nosso site


Quer falar com a gente?