05 dez 2016

O que é uma loja virtual?

Planejamento Estratégico




O que é uma loja virtual?
Dê uma nota!




Loja virtual é um site ou uma plataforma preparada e estruturada para ser um canal de negociação, objetivando a venda de produtos e serviços à clientes em ambientes web. Esses sites de e-commerce possibilitam aos clientes a compra e venda de produtos através da internet, oferecendo informações relevantes e objetivas como preço, especificações e formas de pagamento, ajudando o usuário para que ele possa adquirir um produto ou serviço com segurança e conforto de qualquer lugar do mundo lançando os produtos em um carrinho, e também onde a confirmação da compra e pagamento é efetuada em processo totalmente online.

Como facilitador de negociações para o consumidor adquirir o produto que deseja a loja virtual pode ser usada através do dispositivo que desejar seja um notebook, tablet um PC ou um smatfone, sem a necessidade de perder tempo procurando pelos produtos, pegar filas, aguardar atendimento ou auxílio de um vendedor, até mesmo de pagar estacionamento.

Uma boa loja virtual deve possuir uma estrutura completa e preparada para negociação, o que é bem diferente de uma vitrine virtual, deve transmitir confiança, segurança e transparência, com apoio e esclarecimento de dúvidas de forma rápida. Deve promover garantia de devolução de produto através de canais de atendimento com formas de contato e de fácil localização.

Quais as vantagens em ter uma loja virtual?

Há inúmeras vantagens em possuir uma loja virtual, pois o investimento inicial das lojas virtuais é menor em relação às que necessitam de um espaço físico, as mesmas ficam abertas 24 horas por dia e oferecem serviços personalizados conforme as características do consumidor e é também, um poderoso canal de vendas on-line onde amplia os limites de alcance de oferta dos seus produtos a nível mundial. Por este motivo é importante que as formas de pagamento sejam comuns a todos, principalmente se for disponibilizadas através de cartões de crédito.
O mercado virtual iguala as oportunidades entre pequenas, médias e grandes empresas e permite melhor mensuração e gerenciamento das informações sobre o mercado consumidor.

Vale dizer, também, que montar uma loja pode ser bastante simples e rápido. Hoje, é completamente possível comprar um domínio e uma hospedagem de site a preços bem baixos. Isso, sem contar, o fácil acesso de consumidores em todas as regiões que se deseja alcançar. E vale a pena dizer, que destes tempos para cá, a Web vem se transformando e fazendo com que o próprio usuário dite as regras deste negócio, formando opinião comportamental para que as ferramentas e recursos do software promovam uma melhor experiência na hora da compra. Por outro lado, para os que dispensam estas exigências, uma “aventura’ neste mundo pode se tornar uma perda de tempo e dinheiro”.

O mercado de ecommerce no Brasil vem apresentando um crescimento sólido ano após ano. Segundo pesquisa realizada pelo E-bit, empresa dedicada ao levantamento de informações acerca do comércio eletrônico, a previsão de crescimento do mercado em 2014 é de 20% em relação a 2013, o que resulta em um faturamento em torno de R$34 bilhões. Para garantir a sua fatia neste crescimento, contudo, é necessário ter uma estratégia de marketing completa e bem planejada, que vá além da atração de novos clientes. Afinal, manter os clientes atuais é consideravelmente mais barato do que conquistar novos. Além disso, um cliente fiel compra mais e indica mais a sua loja virtual. Por isso, é fundamental que você foque na retenção, no engajamento e na fidelização de seus consumidores. Para auxiliá-lo nesta tarefa, criamos este e-book como um guia definitivo para alcançar estes objetivos:

Antes de qualquer coisa: Conheça e entenda quem é o seu cliente

Para desenvolver uma estratégia adequada, o primeiro passo consiste no mapeamento do perfil de seus clientes. Por isso, é preciso entender seus hábitos de consumo, suas necessidades e preferências. Além disso, é importante colher seus dados demográficos, o que auxiliará a sua marca a definir a comunicação ideal para um relacionamento que retém, engaja e fideliza. Para isso, use a tecnologia a seu favor! Como conhecer meu cliente? Existem diversas ferramentas tecnológicas no mercado que auxiliam na tarefa de conhecer melhor quem são os seus clientes. Dentre elas podemos citar:

• Google Analytics: que trará informações sobre o comportamento do seu consumidor diretamente ligado ao seu negócio;

• Navegg E-commerce: com tecnologia especializada em estudar o comportamento humano para descobrir padrões e antecipar tendências, a Navegg define 8 tipos de perfis (clusters) com 8 diferentes motivações de compras. E mostra qual o perfil exato do público que acessa seu site.

• Monitoramento nas redes sociais: através das quais é possível entender os dados demográficos de seus clientes, por exemplo pelo Facebook insights. Contudo, com um monitoramento mais completo será possível entender, inclusive, a visão de seus consumidores em relação à sua marca;

• CRM (Customer Relationship Management): com um software CRM integrado ao seu ecommerce, é possível centralizar cadastros e informações dos clientes de sua loja online. Desta forma você terá fácil acesso ao histórico de compras, o que auxiliará no entendimento de desejos e necessidades de cada perfil identificado;

• Testes A/B: estes testes são bastante úteis para validar campanhas e ações mais engajadoras através de amostragens de clientes. Através deles você conseguirá avaliar tratativas, interações e call-to-actions que convertem mais, ampliando os resultados de sua campanha;

• Data base Marketing: com a estratégia você consegue identificar padrões comportamentais e demográficos para facilitar o agrupamento de perfis similares em grupos, mesmo com um grande volume de informações. Isto propiciará a segmentação de suas campanhas e, consequentemente, aumentará as taxas de conversão da sua loja virtual.

Direcionando a estratégia para cada tipo de cliente

De nada adiantará desenvolver todo o processo de mapeamento de perfis se as informações geradas não forem aplicadas ao seu negócio. Isso significa que, para cada tipo de cliente, representado por um grupo com variáveis em comum, será necessário trabalhar de uma forma específica para ser mais assertivo.

A importância do marketing de conteúdo para o seu e-commerce

O marketing de conteúdo ganha cada dia mais espaço no mercado. Isto devido à mudança do comportamento do consumidor, que está mais criterioso na tomada de decisões e, por isso, pesquisa a fundo as melhores opções antes de efetivar as compras. No ecommerce esta ferramenta possui ainda mais poder. Isto porque as compras são realizadas puramente com base no conteúdo, seja ele informativo em forma de texto, especificações de produtos, imagens, vídeos sobre como utilizar, tutoriais sobre como montar, dentre outros. Neste sentido, o conteúdo ganha uma outra função: nutrir seus potenciais consumidores com informações relevantes que auxiliem na tomada de decisões, direcionando-os a cada etapa do funil de vendas até a conversão em vendas. Há diversas formas de trabalhar o conteúdo para fomentar estas vendas. Dentre as opções, podemos citar como mais relevantes para a atuação do seu negócio: Newsletter As newsletters são boletins informativos enviados à sua base de contatos periodicamente. Elas têm a função de levar aos seus clientes as novidades ou questões mais relevantes trabalhadas em determinado período. Por isso, se você hoje trabalha com a estratégia exclusiva de envio de sugestões de produto, é hora de revê-la. Lembre-se que o conteúdo agrega valor, ajuda a sua empresa a se tornar referência, gera credibilidade e, consequentemente, auxilia na tomada de decisões. Blog Os blogs também ganham seu espaço a cada dia. Isso porque a estratégia de marketing de conteúdo desenvolvida nestes canais serve como apoio a diversas estratégias, bem como para a conquista de vários objetivos. Neste contexto, é preciso desenvolver conteúdo de qualidade, que seja relevante ao seu cliente e associado ao seu negócio. Dentre os benefícios de uma estratégia bem-feita podemos citar:

• Melhor posicionamento de sua marca nos mecanismos de busca (rankeamento do conteúdo);

• Geração de valor ao cliente;

• Conteúdo para nutrição de outros canais de relacionamento e vendas como redes sociais, e-mail marketing, newsletter, dentre outros;

• Educar e evangelizar clientes para uma tomada de decisão mais certeira e favorável ao seu negócio;

• Desenvolvimento de autoridade em determinada área, bem como passar a imagem de segurança e credibilidade para o consumidor. E-mail marketing As campanhas de e-mail marketing têm um lugar cativo no ecommerce, sendo a estratégia responsável por um considerável volume de vendas no setor. Desta forma, é preciso desenvolver ações altamente segmentadas, que entregue a cada perfil ou grupo de clientes dicas, sugestões de produtos e conteúdo adequado às suas necessidades e desejos. Esta ferramenta ajudará a nutrir os seus potenciais clientes com informação até que eles se sintam seguros o suficiente para levá-los à conversão (efetivação de uma compra). Vale ressaltar que existem diversas campanhas de e-mail marketing que auxiliarão a sua empresa a reter, engajar e fidelizar os clientes, além de motivar as conversões. A vantagem é que, com o auxílio de uma ferramenta para a gestão dos envios, é possível utilizar recursos que automatizam alguns destes processos. São os chamados e-mails transacionais, que são disparados conforme o comportamento do seu cliente em seu site. Dentre as possibilidades podemos citar:

• Boas-vindas: ideal para estreitar o relacionamento com seus novos clientes, o e-mail de boas vindas é ativado quando um cadastro é realizado, seja de compra ou mesmo para assinatura de newsletter, por exemplo;

• Carrinho abandonado: é possível configurar o envio de um e-mail aos seus clientes que adicionaram produtos ao carrinho, mas não efetivaram a compra. Esta estratégia contribui para lembrar clientes esquecidos ou até mesmo estimular os indecisos;

• “Estamos com saudade”: com o intuito de reativar antigos clientes que não compram em sua loja on-line há algum tempo, é possível configurar o envio automático de mensagens para estimular a realização de novas compras por consumidores ausentes.

Lojas responsivas ou aplicativos?

O consumidor está cada vez mais adepto à mobilidade. Fato este comprovado pelo crescimento das vendas de tablets e smartphones, que são apontados como tendência para a substituição de PCs e notebooks. Diante a estes dados, é fundamental que você se atente a esta questão para aproveitar as oportunidades de vendas onde quer que seu consumidor esteja. Neste contexto, existem basicamente 2 possibilidades às quais você pode direcionar o seu negócio: as lojas responsivas e o desenvolvimento de aplicativos. Cada um deles tem suas vantagens e abordagens de trabalho diferentes. A melhor opção dependerá do tipo de comércio eletrônico que você possui, assim como a verba para investimento e o perfil do seu cliente. Para que você entenda melhor, entenda as diferenças:

• Loja responsiva: as chamadas lojas responsivas são aquelas que possuem um layout que se adapta às telas de tamanhos diversos, adequando conteúdo, imagens e demais recursos conforme o dispositivo do consumidor. A grande vantagem é que esta opção não restringe acessos, independentemente do tipo de dispositivo móvel que o seu consumidor tenha.

Lembre-se! Você está mais exigente… O Mundo também!

Agora que sabe o que é uma Loja Virtual e está pensando em entrar neste negócio promissor e altamente lucrativo, pense bem, analise o mercado, consulte os melhores softwares, contrate consultoria qualificada e faça parcerias de qualidade.

A Guia-se Anápolis desenvolve o seu projeto de Loja Virtual e está totalmente preparada para transformar o seu negócio em um negócio online através de nossas lojas virtuais.






Escrito por: Júlio Cesar Pereira Barros


Formado em Design Gráfico pela FAV - Faculdade de Artes Visuais / UFG - Universidade Federal de Goiás, e proprietário da No Olhar Design – Empresa de Comunicação Visual.
Com experiência em planejamento e desenvolvimento de identidade visual, projetos de sinalização interna e externa, comunicação visual (fabricação de fachadas comerciais), criação de site, mídias sociais, links patrocinados, otimização de sites, email marketing e muitas outras soluções digitais para negócios na internet.







O que é uma loja virtual?
Dê uma nota!


Deixe um comentário










Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais





Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital

0800 Guia-se

Ligue gratuitamente e fale com um de nossos consultores

Ligue agora!

Fale conosco

Ou se preferir, preencha nosso formulário!

Enviar Mensagem


Fale com um de nossos consultores
X

Calma! Não vá embora ainda!

Nos ajude a entender melhor o que precisa.







Encontrou o que queria?


Foi fácil navegar?


Dê uma nota em nosso site


Quer falar com a gente?