01 nov 2016

O que é o Adwords

Links Patrocinados




O que é o Adwords
Dê uma nota!




Links Patrocinados do Google?



Para entender o que é o Adwords, é preciso entender que existem dois “mundos” no Google: o mundo pago e o mundo orgânico.

O mundo orgânico, também conhecido como natural, é a parte dos resultados de pesquisa do Google que ficam abaixo dos anúncios (o mundo pago). Veja imagem abaixo para entender melhor.

Guia-se Marketing Digital - SEO (Organic)


Já o mundo pago (Adwords) aparece no topo da página com e, em alguns casos, aparecem também no final da página, logo abaixo dos resultados orgânicos.

Na dúvida, veja junto do texto se existe um retângulo verde escrito anúncio. Se tiver, esse resultado faz parte do mundo pago.

No mundo orgânico, as empresas não pagam ao Google para estar ali. Elas até podem ter investido ou estar investindo em uma agência, como nós da Guia-se, para otimizar o site em relação ao seu conteúdo e codificação para que tenha mais chances de aparecer nas pesquisas naturais, mas o Google não ganha por isso.

E no mundo pago, as empresas pagam ao Google pelo clique ou por cada mil visualizações de anúncio e, se tiver uma agência gerenciando a campanha, a empresa também paga pelo serviço realizado.

Dica: dê preferência a trabalhar com a agências que são certificadas pelo Google, ou seja, que possuem ao menos uma pessoa que passou nas mesmas provas que os funcionários do Google devem fazer. Essas provas são renovadas anualmente e outras a cada dois anos.

Um mundo não influencia no outro. Se você tem um site bem indexado no mundo natural, não significa que você terá melhores condições no Adwords por conta disso. E se você está tendo bons resultados no Adwords, não significa que seu site irá subir nas pesquisas orgânicas.

O único ponto que influencia nos dois mundos, é ter um site otimizado. Um site otimizado para mecanismos de busca pode ajudar aumentando suas chances de indexação da busca natural, como também pode ajudar a, por exemplo, pagar menos pelo clique no Adwords.

Então pode-se dizer que o Adwords é o mundo pago do Google, um espaço para publicidade. E seu grande diferencial é ser uma publicidade ativa, em que o anunciante aparece no momento certo da necessidade do cliente. O usuário pesquisou, pois está precisando daquele serviço ou produto, e você aparece com a solução para ele.


Como funciona o Adwords?


Dentro do Adwords também existem dois mundos: a Rede de Pesquisa e a Rede de Display.

A Rede de Pesquisa é a que apresenta os resultados pesquisados diretamente no Google, ou seja, abriu o Google fez uma pesquisa e os anúncios aparecem em baixo.

E a Rede de Display é a que apresenta anúncios dentro de outros sites. Por exemplo, você está lendo uma notícia em um portal e ao lado da matéria, vê um anúncio. Esses sites, que fazem parte do Adsense, disponibilizam espaços para anúncios do Google e ganham uma porcentagem dos valores pelos cliques. Na rede de display também é possível mostrar anúncios nos canais próprios do Google como Youtube e Gmail.

No Adwords, você pode definir com quais palavras quer aparecer, qual região e qual orçamento irá investir. Vamos a um exemplo. Digamos que você tem uma loja de sapatos localizada na cidade de Barueri.

Você definiu que uma das palavras que irá aparecer é “loja de sapatos”. E você prefere aparecer somente na cidade de Barueri, pois considera que seria mais difícil alguém vir de outra cidade para visitar a sua loja. Então se alguém que estiver em Barueri e pesquisar por “loja de sapatos”, seu anúncio irá aparecer. Mas se alguém na cidade de São Paulo pesquisar por “loja de sapatos”, seu anúncio não irá aparecer.

Se o usuário pesquisou, viu seu anuncio e clicou, você paga por aquele clique. Se a pessoa não clicar, você não paga por aquela pesquisa. A não ser que sua campanha esteja definida para cada mil visualizações de anúncio. Neste caso, você irá pagar a cada mil visualizações e não por clique.

Mas agora imagine que essa palavra, entre outras que você listou, são pesquisadas centenas de vezes todos os dias (é possível saber na ferramenta a quantidade média de pesquisas por cada palavra no mês). Você iria gastar milhares de reais e não teria controle sobre isso. Porém a ferramenta possibilita também definir um orçamento.

Digamos que você está disposto a investir R$ 1.000/mês com Adwords. É comum que agências cobrem o que chamamos taxa de gerenciamento pelo serviço prestado. Essa taxa varia entre cada agência, mas digamos que a taxa combinada é de 30%. Então, dos R$ 1.000 que você está disposto a investir, ficaria R$ 700 para o Google (boleto do Google) e R$ 300 para a agência pelo serviço prestado (boleto da agência), que consiste em traçar uma estratégia, estruturar a campanha, fazer o acompanhamento diário e enviar relatórios periodicamente.

Destes R$ 700 destinados ao Google, nós dividimos pelos 30 dias do mês e colocamos na ferramenta que queremos investir R$ 23,33 ao dia.

Então as pessoas vão pesquisando, clicando no anúncio e quando atingir os R$ 23,33, seus anúncios param de aparecer e voltam somente no dia seguinte.

E esse valor funciona como um celular pré-pago. Você coloca o crédito, usa os minutos (no caso os cliques) e no mês seguinte coloca crédito novamente. E é justamente com essa possibilidade de definir o orçamento diário que você saberá que não irá gastar mais do que está disposto no mês.

O Adwords funciona como um leilão, onde a cada pesquisa realizada é um lance e uma “batalha” entre os anunciantes para saber qual a posição que seu anúncio irá aparecer e quem irá conseguir o clique do possível cliente.

Mas não como um leilão normal, onde quem paga mais, ganha. O Google quer que o usuário tenha satisfação, facilidade e êxito ao encontrar o que procura. Então não basta dar um alto lance pela palavra, que não irá garantir um bom posicionamento. Você pode pagar menos pelo clique e ainda assim aparecer acima do seu concorrente, se o seu anúncio estiver melhor trabalhado e seu site estiver melhor otimizado, por exemplo.

Uma vantagem de ter o anúncio em primeiro lugar, é que ele pode apresentar mais opções de clique e deixar seu anúncio ainda maior que os concorrentes, que são as extensões de anúncio. Veja imagem abaixo.


Guia-se Marketing Digital - Exemplos


Quando pesquisado no celular, também existe a possibilidade de apresentar extensão de chamada, onde o cliente pode clicar e já realizar a ligação para sua empresa.


Guia-se Marketing Digital - Extensões de Chamadas


Na Rede de Display, é possível segmentar os anúncios por palavras-chave relacionadas à página do site que o usuário está navegando. Por exemplo: cliente está vendo uma matéria sobre sapatos ou moda e vê o seu anúncio sobre sapatos ao lado da matéria. É possível segmentar pelo remarketing, por exemplo, mostrando anúncios para pessoas que acessaram seu site, que preencheram um formulário ou que acessaram uma página específica do seu site. E até mesmo por tópicos, por exemplo, sites de agricultura, sites de moda, etc.

E além de formato de anúncio de texto, na Rede de Display, é possível fazer anúncios em forma gráfica e com vídeos.

Abaixo seguem algumas dúvidas e questionamentos que costumamos ouvir.

Eu já tive experiência com o Adwords e não funcionou.
Se você mesmo tentou por conta própria pode ter faltado conhecimento suficiente para saber trabalhar com a ferramenta e pode ter faltado experiência em pensar na estratégia de como fazer a divulgação. E se você teve uma má experiência com outra agência, pode ter sido falta de planejamento, comunicação e acompanhamento. Mas pode ter certeza que funciona, se não, empresas não iriam destinar milhares de reais para esse canal.

Vocês da Guia-se entendem do meu segmento?
Na maioria dos casos a resposta é não. Nós temos clientes no segmento de perfumes, aquecedor solar, eventos, sistemas, cursos e, não, nós não somos especialistas em perfumes, não somos técnicos de aquecedor solar e não somos professores de cursos. Mas isso não é um problema. Por isso a nossa comunicação é importante. Você entende do seu segmento e nós entendemos a ferramenta e suas possibilidades de estratégias. Juntos, nós podemos fazer o seu investimento dar certo.

Vocês tem algum caso de sucesso?
Sim, temos clientes investindo em Adwords conosco há mais de 4 anos. Alguns deles aumentam o investimento frequentemente. Um deles, que está desde 2013 conosco, começou seu investimento com R$ 500/mês e hoje investe mais de R$ 6.000/mês somente em Adwords.

Existe um valor mínimo para investir no Adwords?
O valor mínimo é de R$ 40, porém aconselhamos que invista ao menos R$ 500/mês, sendo R$ 350 ao Google e R$ 150 para a agência, pois menos do que isso, dificilmente valerá o investimento por conta das centenas e milhares de vezes que as pessoas pesquisam diariamente no Google. As vezes, um pequeno investimento, acaba não trazendo contatos, pois você teve poucas oportunidades de aparecer. E não se engane, a concorrência sempre existe. Seu cliente sempre irá pesquisar e comprar com ao menos um concorrente.

Eu sou obrigado a fazer o Adwords como uma agência?
Não, não é obrigatório. Qualquer um pode entrar na ferramenta, criar uma conta e tentar sozinho, mas pense bem. Você tem tempo para aprender, estruturar, administrar e acompanhar uma ferramenta que não é simples de mexer? É do seu dinheiro que estamos falando. Se bem trabalhado e feito com alguém que sabe o que está fazendo, você tem muito mais chance de sucesso. O seu sucesso é o nosso sucesso.

Quanto custa o clique?
Isso varia muito de segmento. Existem alguns segmentos que pagam centavos até outros casos mais raros como desentupidoras que chegam a pagar R$ 100 o clique.

Como saber quanto custa o clique no meu segmento?
Dentro da ferramenta, nós conseguimos pesquisar por palavras normalmente utilizadas no seu segmento, saber quanto se paga em média pelo clique e quanto ela é pesquisada em média por mês.

Quanto devo investir?
Não existe uma tabela de investimentos. Quanto mais puder investir, mais vezes o seu anúncio poderá aparecer, mais cliques ele poderá receber, mais pessoas irão acessar o seu site e consequentemente mais possibilidade de venda. Normalmente agências tem um investimento mínimo para trabalhar. No nosso caso, trabalhamos com investimentos a partir de R$ 500/mês






Escrito por: Jean Minganti


Formado em Administração de Empresas - FGV e Jornalismo - Universidade Metodista de São Paulo, com cursos de Assessoria de imprensa (Instituto Superior de Comunicação) e Fotografia (Escola artè - Florence, Italy).
Possui experiências como, Gestor de Atletas e Assesor de Imprensa (Basesoccer Brasil), Executivo de Atendimento (S2Publicom / Weber Shandwick / Golin Harris)







O que é o Adwords
Dê uma nota!


Deixe um comentário










Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais





Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital

0800 Guia-se

Ligue gratuitamente e fale com um de nossos consultores

Ligue agora!

Fale conosco

Ou se preferir, preencha nosso formulário!

Enviar Mensagem


Fale com um de nossos consultores
X

Calma! Não vá embora ainda!

Nos ajude a entender melhor o que precisa.







Encontrou o que queria?


Foi fácil navegar?


Dê uma nota em nosso site


Quer falar com a gente?