Asa Sul

Joab Rodrigues Coelho

Mais informações


Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais




Brasília


Veja as oportunidades de Marketing Digital em Brasília



Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2015, a população de Brasília era de 2.914.830 habitantes (4.201.737 em sua área metropolitana), de sorte a colocá-la como, então, a quarta cidade mais populosa do país. Brasília detém ainda a sétima concentração urbana mais populosa do Brasil. A capital brasileira é a maior cidade do mundo dentre as construídas no século XX. Além de ser o mais destacado centro político do Brasil, vale dizer que Brasília é um importante centro econômico, posicionando-se como a terceira cidade mais rica do país — e exibindo, em 2013, um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 175,3 bilhões. Esses números a colocam entre as áreas urbanas de maior índice de renda per capita do Brasil, correspondente a R$ 62 859,43.



Guia-se - Marketing Digital em Brasília - PIB


Segundo a pesquisa da consultoria Mercer, que versa sobre o custo de vida para funcionários estrangeiros, Brasília estava colocada na posição 33º entre as cidades mais caras do mundo em 2011, subindo da posição 70ª que ocupava em 2010. Superada no Brasil, em números de 2011, somente pelas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, Brasília entra na classificação logo depois de Nova Iorque, a cidade mais cara dos Estados Unidos. A cidade foi a região com lançamentos mais caros do Brasil em 2012, segundo o Anuário do Mercado Imobiliário Brasileiro da Lopes, com 51 empreendimentos lançados, 8.823 unidades e 3,3 bilhões de reais em “Valor Geral de Vendas”, sendo o quarto maior mercado imobiliário nacional. Como capital nacional, Brasília é a sede dos três principais ramos do governo brasileiro e hospeda 124 embaixadas estrangeiras. A política de planejamento da cidade — bem como a localização de prédios residenciais em grandes áreas urbanas, a construção da cidade através de enormes avenidas e a sua divisão em setores — tem provocado debates sobre o estilo de vida nas grandes cidades no século XX. O projeto da cidade a divide em blocos numerados, além de setores para atividades pré-determinadas, como o Setor Hoteleiro, Bancário ou de Embaixadas. O plano urbanístico da capital, conhecido como “Plano Piloto”, foi elaborado pelo urbanista Lúcio Costa, que, aproveitando o relevo da região, adequou-o ao projeto do lago Paranoá. A cidade começou a ser planejada e desenvolvida em 1956 por Lúcio Costa e pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, Brasília tornou-se formalmente a terceira capital do Brasil. Vista de cima, a principal área da cidade se assemelha ao formato de um avião, porém foi projetada em figura de borboleta. A cidade, comumente referida como “capital federal” ou “BSB”, é considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO, devido ao seu conjunto arquitetônico e urbanístico, e possui a maior área tombada do mundo, com 112,5 quilômetros quadrados. A palavra “Brasília” pode se referir ao Distrito Federal como um todo, ou apenas à chamada Região Administrativa I, que é basicamente formada pelo Plano Piloto e pelo Parque Nacional de Brasília. O Distrito Federal acumula as características de município e estado. As outras regiões administrativas, também chamadas “cidades-satélites”, que formam o Distrito Federal, não são municípios.



Guia-se - Marketing Digital em Brasília - Faturamento


A principal atividade econômica da capital federal resulta de sua função administrativa. Por isso, seu planejamento industrial é estudado com muito cuidado pelo Governo do Distrito Federal. Por ser uma cidade tombada pelo IPHAN e que recebeu o Título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, a ocupação do território do DF tem características diferenciadas para preservação da cidade. Assim, o governo de Brasília tem optado em incentivar o desenvolvimento de indústrias não poluentes, como a de software, cinema, vídeo, gemologia, entre outras, com ênfase na preservação ambiental e na manutenção do equilíbrio ecológico, preservando o patrimônio do lugar. O entorno de Brasília e a sua composição, feita pelas cidades satélites, são de grande importância para a economia do Distrito Federal. Destaca-se a cidade de Ceilândia, onde a Guia-se também conta com uma unidade no desenvolvimento do marketing digital. A economia de Brasília sempre teve como principais bases a construção civil e o varejo. Foi construída em terreno totalmente livre, portanto ainda existem muitos espaços nos quais se podem construir novos edifícios. À medida que a cidade recebe novos moradores, a demanda pelo setor terciário aumenta, motivo pelo qual Brasília tem uma grande quantidade de lojas, com destaque para o Conjunto Nacional, localizado no centro da capital. A agricultura e a avicultura ocupam lugar de destaque na economia brasiliense. Um cinturão verde na Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e entorno abastece a cidade, e já exporta alimentos para outros locais.



Guia-se - Marketing Digital em Brasília - Empresas Ativas


A economia de Brasília está dominada por alguns setores: Serviços: dos quais 91% recheiam o PIB local, de acordo com o IBGE. Governo: o setor público é o mais utilizado. Proporciona em torno de 40% dos empregos da cidade. Os empregos do governo abrangem todos os níveis, desde a polícia federal até a diplomacia. Comunicações: na cidade se encontra o quartel geral da companhia Brasil Telecom, estações públicas e privadas de televisão, incluindo-se oficinas regionais, como as da Rede Globo, SBT, Rede Bandeirantes, Rede Record, Rede TV! e as principais oficinas da TV Câmara, TV Senado e Justiça. Finanças: Brasília é a sede do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do Banco Central do Brasil, do Banco Rural, do Banco de Brasília, entre outros. Tecnologia de informática: no lugar há companhias como a Politec, a Poliedro, CTIS, entre outras. O turismo de negócios tem se consolidado em Brasília de maneira expressiva e é, sobretudo, voltado aos funcionários públicos e profissionais de todo o Brasil que seguem para lá a fim de realizar convenções. Os turistas de Brasília são divididos em dois grupos: o de negócios e o de lazer — e praticamente 60% dos que vêm à sede do governo federal e distrital têm na agenda compromissos de trabalho ou participação em congressos. Menos de 7% dos turistas visitam a cidade pensando em se divertir. Seja a negócios, seja a lazer, o turista geralmente chega a Brasília por avião (66,59% e 54,8%, respectivamente). Ônibus e carro são outras opções bem utilizadas de transporte. O tempo de estada (de dois a três dias) e a quantidade de vezes que visita a cidade por ano (apenas uma) também são semelhantes naqueles dois grupos pesquisados. O turista, na maior parte das vezes, viaja sozinho a Brasília. Mesmo estando de férias, a maioria viaja desacompanhada (28,4%). Os que vêm com familiares (24,3%), em casal (23,3%) e em excursão (13%), são em menor número. Dos que viajam a trabalho, quase 60% estão sozinhos na cidade. E outros 27,40% estão acompanhados pelos colegas da empresa. Turistas de negócios (42,42%) e turistas de lazer (39,6%) gastam, mais ou menos, a mesma quantia diariamente na cidade, algo entre R$ 100,00 e R$ 300,00. Os que estão a passeio tendem a ser mais econômicos do que os turistas de negócios. Não chega a 5% o total dos que gastam mais de R$ 500,00 entre os que estão de férias, ao passo que no grupo dos que estão a serviço esse número sobe para 8,37%. Ambas as categorias de turistas recomendam a capital federal a seus familiares e amigos, principalmente pela beleza arquitetônica e pela importância como sede do poder político. No grupo de lazer, o índice chega a 95%, enquanto que entre os turistas de negócios é de 85%. Há três Unidades da Guia-se em atuação em Brasília e no seu entorno, a Guia-se Brasília Asa-Sul, a Guia-se Brasília Asa Norte e a Guia-se Brasília Ceilândia, que disponibilizam todo o expertise em marketing digital de rede Guia-se para os clientes dessa importante e belíssima região.



Guia-se - Marketing Digital em Brasília - Atividade Econômica


continue lendo



Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital

0800 Guia-se

Ligue gratuitamente e fale com um de nossos consultores

Ligue agora!

Fale conosco

Ou se preferir, preencha nosso formulário!

Enviar Mensagem


Fale com um de nossos consultores