17 nov 2016

História do Marketing Digital

Agência de Marketing Digital




História do Marketing Digital
Dê uma nota!




Como começou o Marketing Digital e seus benefícios



Na última década, sobretudo com a grande evolução das redes sociais como ferramentas de negócios, é cada vez mais visível a utilização do marketing digital por parte das empresas, com o intuito de aumentar sua competitividade e fazer parte do mercado de maneira mais voraz.

Quando o marketing começou a utilizar a internet como um de seus canais de venda, informação e conteúdo, seu poder de expansão se tornou ilimitado. Desse modo foi possível obter um alcance muito maior de prováveis consumidores, não mais localizados apenas a certa região. Surge então o conceito de marketing digital, o marketing integrado à rede mundial de computadores com o mesmo objetivo de satisfazer as necessidades de lucratividade.

O início da internet ocorreu na década de 70 com a DARPA, Departamento de Defesa dos Estados Unidos, com a ajuda da UCLA, Universidade da Califórnia. A DARPA possuía como objetivo interligar 4 computadores diferentes, para isso criou uma rede chamada arpanet, depois chamada de internet. Alguns anos depois, os 4 computadores se multiplicaram e passaram a ser milhares ao redor do mundo, tornando a rede caótica. Então, a DARPA não se interessou mais em manter a rede. Sem a intervenção do governo, a popularização tornou-se mais rápida e na década de 90 através da world wide web (www) já era possível dizer que a internet era um sucesso mundial. Outro fator que ajudou a popularizar a internet foram os computadores pessoais que estavam sendo desenvolvidos na década de 90 por diversas empresas, por exemplo, a Apple, e que aliados mudaram a forma de ver o mundo, criando assim mais um meio de comunicação e que tornará uma ferramenta que diminuiria as fronteiras ao redor do mundo. O marketing, como já dito, é uma maneira de se estudar e analisar o mercado para que se possam satisfazer as necessidades do consumidor. Esse conceito foi estabelecido na década de 50 antes do surgimento da internet, logo eram dois mundos distintos sem qualquer tipo de relação. Assim, com a popularização da internet ao redor do mundo aliado a ideia de marketing, se originou o conceito de marketing digital ou marketing online que, nada mais é que o próprio marketing dito como tradicional integrado a internet. O marketing digital é uma forma de tornar mais fácil tanto à compra quanto a venda de um produto ou serviço, e para isso as empresas se utilizam de diversas ferramentas como: Algoritmos computacionais em redes sociais e teorias como os 8Ps do marketing digital de Adolpho Conrado, além de diversas outras teorias de autores renomados na área de marketing.

A internet já faz parte da cultura contemporânea, mesmo que a maior parte das pessoas não tenha conhecimentos tão profundos sobre ela. O mercado, mesmo receoso após as experiências erradas com a internet, não pôde mais ignorar o crescimento da rede. A entrada no marketing on-line não foi fácil para grande parte das empresas. Achar o modelo atual de comunicação com o cliente demandou várias tentativas, algumas causando até incômodos aos usuários como o spam. Foram feitos muitos estudos sobre o marketing na internet que geraram algumas estratégias para ganhar relevância. A ferramenta que mais ganhou fama foi a Search Engine Optimization (SEO). Segundo Okada e Souza (2011) SEO é um conjunto de técnicas que utilizam marcadores e tags para que determinada página na web tenha uma colocação melhor em sites de busca. A importância da posição no ranking de sites de buscas é essencial para obter relevância na internet que estamos hoje onde o principal navegador usado (Google Chrome) tem embutido o sistema de busca do Google. O SEO se tornou tão utilizado que logo em seguida surgiu o temo Search Engine Marketing (SEM), que se referia ás estratégias que envolviam o SEO.

De fato, o marketing digital trouxe às empresas a oportunidade de estabelecer uma relação mais flexível com seus consumidores, além de permitir a busca por novos clientes. Atrelado a isso, as companhias são capazes de atender às necessidades de seus compradores e, através do uso das redes sociais, são capazes de determinar um conjunto de estratégias com o intuito de estudar as preferências dos clientes, suas opiniões e relações com os demais consumidores. Contudo, é importante ressaltar que a utilização do marketing digital de maneira exagerada pode comprometer a proposta inicial de atrair mais consumidores e acabar levando ao efeito contrário. Segundo Santos (2010), quando sites e banners são criados de maneira aleatória e inseridos no contexto da internet, acabam se transformando em informações inúteis, uma vez que não se destacam entre todos os outros sites ou blogs já existentes.

Marketing digital são ações de comunicação que as empresas podem se utilizar por meio da Internet e da telefonia celular e outros meios digitais para divulgar e comercializar seus produtos, conquistar novos clientes e melhorar a sua rede de relacionamentos. Banner No início da intranet comercial (antes de 2000) o banner era a principal peça de marketing digital. Com a evolução da tecnologia Flash da Macromedia, as peças deixaram de ser apenas GIFs animados, e evoluíram para Rich Media (internet rica) com muita interatividade e animações complexas. Flash O Flash proporcionou a criação de sites inteiros desenvolvidos nesta tecnologia, principalmente a criação de hotsites promocionais de produtos/serviços como empreendimentos imobiliários, lançamentos de carros e todo tipo de conteúdo que necessite de um destaque especial. Marketing de Busca Com o advento do Google, o mercado de mídia mudou definitivamente. O usuário, ao realizar uma busca, tornou-se poderoso quanto à publicidade que quer visualizar, pois ele decide em qual resultado da busca irá clicar, ou seja, no resultado mais relevante para ELE. O marketing de busca são estratégias para posicionar o(s) site(s) de sua empresa nas primeiras colocações do Google. Há duas maneiras para colocar sua empresa no Google: Através dos Links Patrocinados (AdWords) e da Otimização de Sites (SEO – Search engine optimization). A primeira são técnicas para criar os anúncios pagos do Google e a segunda são técnicas para organizar o conteúdo e estrutura do site de modo que o site seja encontrado pelo seu potencial cliente no momento que ele faz uma busca.

Marketing na Internet – Web Marketing – O desenvolvimento empresarial está mudando rapidamente e levando as empresas a se adaptarem a um modelo relacional nas suas estratégias de marketing, sendo que aí entra a internet como o grande instrumento de comunicação. O seu potencial não é só a comunicação e informação, mas funciona cada vez mais como um instrumento de venda. Enumeram-se algumas vantagens da utilização da internet na estratégia de marketing:

1. Permite uma maior acessibilidade – comunicação 24h/dia, 7dias/semana, 365dias/ano;

2. Melhora e possibilita a personalização na individualização das mensagens;

3. Cria uma enorme interatividade com os seus clientes e os que são potenciais. Isto, porque o receptor/cliente pode selecionar a informação e comunicar como melhor entender com o emissor/empresa;

4. Permite quantificar, avaliar de imediato e de forma viável o impacto da estratégia de comunicação com o mercado;

5. O baixo custo associado a essa comunicação que se vai multiplicando uma vez que o número de utilizadores vai aumentando.

Com tudo o que está descrito, muitas vezes as suas potencialidades não são totalmente aproveitadas, sobretudo quando estamos a falar na interação com os consumidores. Sumariamente, expõem-se alguns conceitos básicos e ferramentas que o Web marketing disponibiliza:

1. Web site – onde dinamizamos a estratégia de e-marketing da empresa. a) Site institucional: para apresentação da empresa e mostruário dos seus produtos ou serviços; b) Site comercial: venda direta dos produtos da empresa; c) Microsite: Web site menor que serve de suporte à comunicação que se pretende transmitir.

2. E-mail – caixa de correio eletrônico. Funciona como verdadeira carta eletrônica e é um instrumento de comunicação direta que se envia a um ou vários destinatários.

3. Banner – área de imagem para atrair um visitante a determinado site. Importante para ajudar a definir os alvos da comunicação.

4. Motores de busca – site de pesquisa de informação na internet através de palavras-chave. Para uma empresa programar o marketing na internet, necessita antes de tudo de identificar o público-alvo, isto é, os alvos da comunicação serem utilizadores da internet. A estratégia de marketing na internet deve estar em consonância com a estratégia de marketing definida na empresa, isto é: com o seu posicionamento, com os seus segmentos-alvo e coerência com ações de comunicação que a empresa efetua. Como objetivos, deve criar um canal de vendas, dar a conhecer a empresa e produtos, potenciar a sua imagem e notoriedade, criar valor acrescentado aos seus clientes e no caso de pretender internacionalizar-se, deve ter uma forte presença na Web alargando a sua área de influência no negócio. Deve também definir as ações que pretende realizar on-line, definir a forma de atualização dos conteúdos do site e ter aplicações que possam medir o seu desempenho on-line.

A internet e as novas tecnologias avançam de maneira exponencial. Confira alguns números e tendências do marketing digital.

• 87% das pessoas com acesso à internet se conectam mais de uma vez a cada dia. Fonte: ComScore
• 78 usam a internet para procurar produtos que estão interessados em comprar na loja física. Fonte: ComScore
• 44% das pessoas conectadas enquanto assistem TV, pesquisam sobre produtos que aparecem em programas ou anúncios. Fonte: ComScore
• 50% é o número de usuários brasileiros que acessam a internet pelo seu smartphone. Fonte: ETC
• 87% das vendas de dispositivos que se conectam a internet em todo o mundo serão de smartphones e tablets. Fonte: Forbes
• 2,7 bilões são o investimento estimado para 2017 de publicidade em dispositivos móveis no Brasil. Fonte: e-marketer

Estatísticas do Facebook

Para muitos não é possível levar uma empresa a sério se não houver uma presença no Facebook. E não basta estar presente, é necessário compartilhar conteúdo cativante, relevante e rico, cheio de insights profundos da indústria da qual é parte. É a principal maneira de aumentar o tráfego para o seu site através do Facebook. Embora o Facebook ainda domine em termos de tamanho e taxa de compartilhamento social, Twitter e Google+ podem muito bem beliscar os calcanhares do Facebook em 2014, principalmente o primeiro.

• Facebook tem agora mais de 1.150 bilhões de usuários;
• Um milhão de páginas da web podem ser acessadas com o “Login do Facebook”;
• 23% dos usuários do Facebook acessam pelo menos 5 vezes por dia;
• 47% dos americanos dizem que o Facebook é o principal influenciador de suas decisões de compra;
• Em média, os americanos gastam 16% de cada hora on-line no Facebook;
• 70% dos comerciantes adquirem novos clientes através do Facebook.

Estatísticas do Twitter

Com o mais rápido crescimento da mídia social, o Twitter pode impactar seriamente o seu negócio. Agora, a ferramenta capta o poder das imagens e se torna ainda mais influente na captação de vídeo. O uso estratégico do Twitter pode melhorar significativamente o engajamento social, ampliar a exposição da marca, aumentar a geração de leads, ajudá-lo a ganhar status como um perfil líder de pensamento e conseguir mais novos negócios.

• Twitter agora tem mais de 550 milhões de usuários registrados e 215 milhões de usuários ativos mensais;
• Entre 2012 e 2014, o Twitter alcançou uma taxa de crescimento de 44%;
• 34% dos profissionais de marketing usam o Twitter para geração de leads.

Estatísticas do Google+

Google+ é ainda mais poderoso do que seus rivais devido a sua influência crescente na pesquisa de rankings com os sinais sociais de um AuthorRank. Com apenas três anos na cena de mídia social, o Google+ tem feito um enorme impacto e mudado a natureza do marketing de conteúdo.

• Google+ agora tem mais de 1 bilhão de contas habilitadas e 359 milhões de usuários ativos mensais;
• Tem uma taxa de crescimento de 33% ao ano;
• Pessoas com idade entre 45 a 54 anos têm aumentado a sua utilização Google+ em 56% desde 2012.

Estatísticas de Mídia Visual

A mídia visual está cada vez mais influente em todas as mídias sociais. E as mídias sociais dedicadas exclusivamente a imagens ou vídeo, como o Pinterest, YouTube e Instagram, estão preparadas para alcançar novos patamares em 2014.

• YouTube tem mais de um bilhão de usuários ativos mensais;
• Pinterest tem 20 milhões de usuários ativos mensais;
• Instagram tem 150 milhões de usuários ativos mensais.

Fonte de informação: http://www.socialmediatoday.com/

Use essas estatísticas para ajudá-lo a tomar decisões informadas sobre como investir o seu capital em social media em 2014. O verdadeiro sucesso de mídia social acontece quando sua presença trabalha em conjunto com a sua criação de conteúdo, e-mail marketing etc. Uma estratégia completa de marketing de entrada pode satisfazer todas as suas necessidades de marketing, ajudando você a perceber as mídias sociais de maneira real.

Guia-se Agência de Marketing Digital entendendo que mais de 120 milhões de pessoas têm acesso à internet no Brasil, a Guia-se Negócios pela Internet traz soluções para o seu negócio! Através de uma consultoria de marketing digital, que engloba a criação de sites, desenvolvimento de lojas virtuais, campanhas de SEO, Links Patrocinados, mídias sociais, e-mail e hotsites, nós auxiliamos você a vender mais e melhor.
Mais de 4.000 Clientes atendidos.
Mais de 70 Presenças em mais de 70 cidades e 18 estados.
Mais de 120 Unidades de atendimento.






Escrito por: Júlio Cesar Pereira Barros


Formado em Design Gráfico pela FAV - Faculdade de Artes Visuais / UFG - Universidade Federal de Goiás, e proprietário da No Olhar Design – Empresa de Comunicação Visual.
Com experiência em planejamento e desenvolvimento de identidade visual, projetos de sinalização interna e externa, comunicação visual (fabricação de fachadas comerciais), criação de site, mídias sociais, links patrocinados, otimização de sites, email marketing e muitas outras soluções digitais para negócios na internet.







História do Marketing Digital
Dê uma nota!


Deixe um comentário










Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais





Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital

0800 Guia-se

Ligue gratuitamente e fale com um de nossos consultores

Ligue agora!

Fale conosco

Ou se preferir, preencha nosso formulário!

Enviar Mensagem


Fale com um de nossos consultores
X

Calma! Não vá embora ainda!

Nos ajude a entender melhor o que precisa.







Encontrou o que queria?


Foi fácil navegar?


Dê uma nota em nosso site


Quer falar com a gente?