Peruíbe e Itanhaém

José Roberto Florencio

Mais informações


Serviços

Confira os serviços que a Guia-se oferece




Criação de sites

saiba mais

Loja Virtual

saiba mais

Mídias  Sociais

saiba mais

Inbound Marketing

saiba mais

E-mail Marketing

saiba mais




Peruíbe e Itanhaém

Veja as oportunidades de Marketing Digital em Peruíbe e Itanhaém



As cidades de Peruíbe e Itanhaém ficam no litoral de São Paulo e são adjacentes. Estão distantes 24 quilômetros e ficam a 165 quilômetros da capital paulista.

Na década de 1530, Martim Afonso de Souza formou a sua segunda povoação na região de Itanhaém. Em 1561, foi criada a Vila de Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém. Nos século 17 e 18, os missionários e jesuítas começaram a catequizar os índios, o que impulsionou a ocupação.

Até então, ela era uma singela vila de pescadores. Foi em 1906 que recebeu o nome que detém hoje e se transformou em cidade em 1911. A partir do início do século 20, começou a ser vista como um destino turístico.

A cidade de Peruíbe tem uma origem semelhante. Em 1534, fazia parte da Capitania de São Vicente, que hoje corresponde a São Paulo. Com a chegada dos jesuítas, houve a catequese dos índios e a construção de uma das primeiras igrejas do país.

Após a expulsão dos missionários, entrou em declínio no século 18. Foi em 1911, com a construção da estrada de ferro, que voltou a ganhar importância. Em 1959, deixou de ser distrito de Itanhaém e assumiu o posto de cidade.

Segundo o Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE), a população de Itanhaém é de 100.496 pessoas, em um território de 599,017 km². Já Peruíbe tem 67.548 moradores distribuídos em 326,214 km².
O Produto Interno Bruto (PIB) de Itanhaém é de R$ 1,505 bilhão. O PIB per capita, que corresponde à divisão por habitantes, foi de R$ 16.454,23, em 2016. Já o PIB de Peruíbe atingiu o valor de R$ 1,2 bilhão. O valor per capita chegou ao total de R$ 29.321,71.

Em relação ao número de empresas, Itanhaém tinha 2.195 corporações em 2012. No mesmo período, Peruíbe tinha 1.819 pessoas jurídicas.




Em relação ao número de unidades, Itanhaém tinha 2.243 delas, enquanto Peruíbe apresentou 1.866.




Quanto ao número de empregados assalariados, Itanhaém tem cerca de 5,83 por empresa, o que é abaixo da média nacional de 8,53. Ao mesmo tempo, Peruíbe tem uma média de 4,37 trabalhadores assalariados por empresa. Em parte, isso se explica pelo comportamento altamente turístico dos municípios, o que favorece o trabalho autônomo.




No total, os mais de 4.000 estabelecimentos têm o setor de comércio e de serviços como principal motor da economia: 51% dos empreendimentos são desse tipo. Logo atrás surgem os estabelecimentos de alojamento e alimentação, que respondem por 15,43%. Em cidades com grande fluxo de visitantes no verão, esses números fazem sentido.

Desde 2010, o índice de urbanização de Itanhaém é de 99,06%. Em Peruíbe, esse total é de 98,88%. Em ambas, há um equilíbrio entre os gêneros, com um leve aumento do número de mulheres. Os dois municípios contam, em média, com 51% de mulheres.




Em relação à estrutura etária, é possível notar que houve um leve envelhecimento populacional. Em Itanhaém, há 24,65% de menores de 15 anos, 65,71% de 15 a 64 anos e 9,64% de maiores de 65 anos.




Peruíbe tem 24,73% de menores de 15 anos, 64,89% entre 15 e 64 anos e 10,39% acima de 65 anos. Isso demonstra que ela é um pouco mais velha que Itanhaém, na comparação.




Já o Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) é atraente nos dois municípios. Em Itanhaém, ele é de 0,745, que é considerado alto. A longevidade, nesse caso, é o que mais pesa para o cálculo.




Em Peruíbe, o valor é muito semelhante: 0,749, que também está na faixa alta. A longevidade, nesse município, tem um impacto ainda maior — o que faz sentido com uma população um pouco mais velha.




A taxa de ocupação é mais um elemento que indica o aquecimento da economia. Em Itanhaém, o total é de 64,73%, enquanto o índice de desocupação é de 9,84%. O grau de formalização é de 50,01%.




Os números de Peruíbe são bem semelhantes. A taxa de atividade é de 65,07%, com desocupação de 9,26%. A diferença fica para o grau de formalização, que é menor: 46,04%.




O grande destaque das duas cidades é o turismo. É esse componente que faz a economia girar e que chama milhares de pessoas todos os anos, nas épocas mais quentes. Isso atrai muitos vendedores ambulantes e profissionais autônomos, ao mesmo tempo em que impulsiona os negócios locais.

Em Peruíbe, também há destaque para a criação de peixes e para a pecuária extensiva, além de jazidas minerais e agricultura familiar. O terceiro setor, com o comércio e os serviços, completa o quadro, pois praticamente não ocorreu industrialização.

Em Itanhaém, é um pouco diferente. A indústria tem mais importância que a agropecuária e produz, principalmente, elementos de cimento, doces e peças de roupa. Como é uma das poucas Estâncias Balneárias, o setor de serviços e de comércio é especialmente aquecido.

O fato é que tanto Itanhaém quanto Peruíbe têm muitas belezas naturais, milhares de turistas e oportunidades incríveis. Agora, os dois municípios podem aproveitar os serviços da Guia-se. Isso permite criar estratégias funcionais, que geram destaque e que atraem novos clientes para os estabelecimentos.


continue lendo



Saiba mais sobre as nossas franquias de marketing digital
Fale com um de nossos consultores